“A partir de certa altura passei a dormir fora de casa”

› Naceu em Berna, Suíça, em 1945, em período de exílio da família real › Cumpriu o serviço militar em Angola como tenente piloto-aviador  da Força Aérea entre 1968 e 1971 › Detentor atual do título de duque de Bragança
Duarte Pio de Bragança naceu em Berna, Suíça, em 1945, em período de exílio da família real. Cumpriu o serviço militar em Angola como tenente piloto-aviador da Força Aérea entre 1968 e 1971 (foto a preto e branco).  Detentor atual do título de duque de Bragança (Leonardo Negrão/Global Imagens)

Onde é que estava no 25 de Abril?

Estava em Saigão e na véspera tinha jantado com o presidente do Parlamento, o senhor Tram van Lang, antigo ministro dos Negócios Estrangeiros. Na manhã de 25, telefona-me a dar a notícia dizendo “boas notícias: a sua revolução ganhou”. Eu tinha-lhe dito que provavelmente um grupo de militares patriotas, como  Spínola, Silvério Marques, Galvão de Melo, iriam provavelmente mudar a situação em Portugal. Daí o senhor pensar que eu estava dentro do movimento!

Qual foi a sua reação?

Mandei um telegrama ao marechal Spínola  felicitando-o e informando-o de que estava à disposição para o que fosse útil.

Que episódio o marcou mais?

O ambiente festivo e alegre que rodeou o golpe militar e que me parece uma característica única portuguesa.

Read more